GLACIOQUÍMICA E PALEOCLIMATOLOGIA

Coordenador

 

Prof. Dr. Jefferson Cardia Simões

 

Pesquisadores

Dra. Franciéle Schwanck Carlos

MSc. Isaías Ullmann Thoen

MSc. Ronaldo Torma Bernardo

 

Alunos

 

Anderson Ribeiro de Figueiredo - Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geografia UFRGS

Felipe Gaudie Ley Lindau - Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geociências UFRGS

José Mauro Dalla Rosa - Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geociências UFRGS

Luciano Marquetto - Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geociências UFRGS

Veridiana Ribeiro - Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Geografia UFRGS

Flavia Alves Tavares - Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Geociências UFRGS

Nicoli Pozzebon Gerhard - Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Geociências UFRGS

 

Projetos

 

2014 - Atual: A reciclagem da precipitação ao longo da calha do rio Madeira e a interpretação ambiental dos testemunhos de gelo andinos

 

Descrição: O projeto manterá um rede de amostragem da precipitação ao longo da bacia Amazônica até as geleiras dos Andes boliviano para estudar o processo de fracionamento de isótopos estáveis entre a área fonte no oceano Atlântico, sua reciclagem ao longo da calha dos rios Amazonas e Madeira, continuando em território boliviano até as geleiras dos Andes orientais onde é depositada e acumula como neve e gelo. Ainda, amostrará testemunho de gelo raso para obter as variações das razões de isótopos estáveis ao longo do últimos 30 a 40 anos, auxiliando na interpretação do registro paleoclimático de testemunhos de gelo andinos, principalmente em termos de variações e mudanças no ciclo hidrológico da Amazônia no passado. As razões de isótopos estáveis serão determinadas pela técnica de análise WS-CRDS (Wavelength-Scanned Cavity Ring Down Spectroscopy). Os resultados serão então usados para reinterpretar testemunhos de gelo mais longos obtidos nos Andes, provendo séries temporais de até 2000 anos sobre o ciclo hidrológico na Amazônia oriental.

 

Integrantes: Jefferson Cardia Simões (Responsável); ;  Norberto Dani;  Rafael da Rocha Ribeiro;  Ronaldo Torma Bernardo;  Isaias Ullmann Thoen;  Ana Maria Sanches Dorneles Ferreira de Oliveira;  Éder Leandro Bayer Maier;  Franciéle Schwanck Carlos;  Francisco Eliseu Aquino;  Ulisses Franz Bremer

 

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq

 

2014 - Atual: Travessias multidisciplinares do manto de gelo da Antártica Ocidental: a Influência do Modo Anular do Hemisfério Sul no registro ambiental e na variabilidade climática da América do Sul

Descrição: O objetivo desde projeto é investigar a relação entre o padrão circulação atmosférica na Antártica Ocidental e a América do Sul a partir de registros paleoclimáticos indiretos obtidos em testemunhos de gelo rasos antárticos. Propõe-se estabelecer diferentes cenários de variações de fase do SAM (o Modo Anular do Hemisfério Sul) no passado recente (últimos 300 anos). Em uma segunda fase, propõe-se analisar composições defasadas no tempo dos campos atmosféricos e de superfície na fase positiva e negativa do SAM em várias escalas de tempo (sinótica, intrasazonal, interanual, interdecadal). Assim, em cada escala de tempo será associada à fenômenos/modos de variabilidade distintos e seus impactos sobre a América do Sul e na região da Antártica Ocidental. Os trabalhos de campo propostos incluem duas travessias antárticas multidisciplinares ao interior do manto de gelo antártico nos verões de 2014/2015 e 2015/2016 para amostrar neve superficial ao longo de 2136 km no manto de gelo da Antártica Ocidental, coletando testemunhos de neve rasos e trincheiras glaciológicas. Um nova testemunho de gelo de até 150 m (representando até 500 anos de dados de precipitação) é proposto para o manto de gelo da Antártica Oriental (87°30'S, 37°00'W), além da obtenção de dois testemunhos rasos (até 30 m) específicos para determinação da concentração de black-carbon ao longo dos últimos 50 anos. O projeto garante a implantação definitiva do Laboratório Nacional de Testemunhos de Gelo (único na América Latina no momento), permitindo a análise química (cromatografia iônica; espectrometria de massa por laser para determinação de razões de isótopos estáveis de oxigênio e hidrogênio) de mais de 20.000 amostras de neve superficial e testemunhos de gelo coletados na Antártica desde 2009 pela equipe do projeto e posterior interpretação de testemunhos de gelo (Antárticos e Andinos). O projeto também instalará o segundo módulo automatizado brasileiro no manto degelo antártico, Criosfera 2, para monitoramento climático e da química atmosférica no manto de gelo da Antártica Oriental. Além disso tudo, projeto também atuará como guarda-chuva" de outras 6 (seis) propostas submetidas ao Edital 64/2013 para realização investigações conexas ou complementares tais como amostragem atmosférica, geofísica e sensoriamento remoto de geleira do gelo, coletas de meteoritos e amostragem de gelo para análises microbiológicas.

 

Integrantes: Jefferson Cardia Simões (Responsável);  Norberto Dani;  Denílson Ribeiro Viana;  Ronaldo Torma Bernardo;  Isaias Ullmann Thoen;  Enoil de Souza Júnior;  Éder Leandro Bayer Maier;  Franciéle Schwanck Carlos;  José Mauro Dalla Rosa;  Francisco Eliseu Aquino;  Carina Petsch;  Ulisses Franz Bremer

 

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq

 

 

 

2008 - Atual: Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia da Criosfera

           

Descrição: Implementar programa nacional de pesquisa da criosfera (a massa de neve e gelo da Terra). O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia da Criosfera integrará sete laboratórios associados dedicados ao estudos da variabilidade de diferentes componentes da massa de gelo planetária (gelo marinho antártico, geleiras e o manto de gelo antártico, geleiras andinas, permafrost) e sua resposta a mudanças climáticas. O programa inclui a montagem de um laboratório nacional para  análise e interpretação de testemunhos de sondagem de gelo e do centro nacional de monitoramento da criosfera (principalmente para avaliar o impacto do derretimento de parte da criosfera para o nível médio dos mares).

 

Integrantes: Jefferson Cardia Simões (Responsável); ;  Heitor Evangelista da Silva;  Ilana Wainer;  Maurício Magalhães Mata;  Ronald Buss de Souza;  Jandyr de Menezes Travassos

 

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq